Como escolher a cortina certa para sua sala

A sala de estar é o coração da casa. É o lugar de recepção das visitas e vai refletir e mostrar a personalidade do morador.

E com certeza a escolha da cortina ideal irá fazer toda a diferença para tornar a sua sala um espaço agradável, acolhedor e confortável.

A função da cortina vai muito além da proteção, ela poderá se tornar a estrela da decoração.

Acompanhe neste post algumas dicas essenciais e ideias para acertar na escolha da melhor cortina para sua sala.

1. Tipo de tecido – Luminosidade

A maioria dos modelos de cortinas/persianas (romana; rolô; double vision (sheer); painel, etc.) têm a opção de escolha do tipo de tecido. Pode ser translúcido, blackout ou de tela solar.

A opção blackout é mais indicada para salas de tv, que necessitam de maior escurecimento. Entretanto, vale a pena ressaltar,  que se você escolher por exemplo uma rolô ou romana blackout, não terá um bom controle de luz, ou seja, é OU escurecimento total OU a luz do sol entrando. Não tem a opção de meio termo, uma luz filtrada e suave no ambiente. Ou você abaixa a cortina e tem um bom escurecimento, ou recolhe bem e não poderá filtrar a luz.

romana blckout
Exemplo de persiana romana blackout. Fonte: Pinterest

Mas, se você precisa mesmo do blackout, sempre tem a saída de integrar duas opções de tecido, ou seja colocar uma cortina blackout e outra com tecido translúcido na mesma janela, podendo tirar as vantagens de ambas as opções, como no exemplo abaixo.

captura-de-tela-2014-04-09-c3a0s-19-40-32-790x526.png
Exemplo de cortina romana blackout aliada com cortina de tecido translúcido. Fonte: Pinterest

Outra opção de tecido que pode ser utilizado em salas é a tela solar. Ela é ideal para quem busca proteção solar, leveza e um visual mais clean. Combina com qualquer decoração, e qualquer estilo de projeto. Tem a proteção UV e como composição 70% de pvc, ou seja, um material muito resistente à umidade e de fácil limpeza. Como a tela é furadinha, ela filtra a entrada de luz solar de forma suave, mas também permite a visualização do exterior. Então se você tiver uma bela paisagem externa e quer manter a visualização dela através da cortina, é uma boa opção.

Mas fique atento, pois existem diferentes graus de proteção e visibilidade conforme o fator de abertura da trama da tela.

E muito cuidado quando escolher a opção de tela na cor branca ou off white, pois ela reflete muito pra dentro do ambiente, e dependendo da situação, do fator de abertura e da incidência do sol, poderá continuar te incomodando.

Eu, particularmente acho a cortina rolô tela solar muito “fria” para ser usada em salas. Mas gosto muito de misturar na mesma janela essa opção com alguma outra cortina de atelier, tirando vantagem das duas opções, e trazendo assim maior aconchego. Como no exemplo abaixo:

1
Exemplo de cortina rolô tela solar aliada com cortina de atelier. Fonte: Casa Claudia

E, a outra opção de tecido, mais indicada e usada em salas é o tecido translúcido ou tecido decorativo, que na maioria das coleções vai filtrar entre 40 a 50% da luz.

As coleções vão variar muito e tem opção para todos os gostos. Tecidos mais básicos, rústicos, cores claras, escuras, tecidos com fibras naturais e tecidos com fibras sintéticas.

9441a3fd2ce2c28460889ca00c2006d7
Exemplo de cortina romana com tecido translúcido. Fonte: Pinterest

2. Tipo de cortina – Modelos

As opções mais utilizadas em salas de estar, são as cortinas rolô, romana, double vision e shangrilá. Mas as persianas de alumínio e madeira também são ótimas escolhas.

Confira algumas dicas e ideias de inspirações:

Cortina rolô – é ideal para quem busca proteção solar, controle de luminosidade, privacidade, leveza e um visual mais clean e minimalista. Funciona como uma tela, um painel vertical que pode ser esticado, deixado à meia altura ou totalmente recolhido e enrolado. Ela protege o espaço dos raios solares mas também deixa o ambiente mais bonito e aconchegante.

8135c31c0e9d3afcf18593d93a71d1e7
Exemplo de cortina rolô. Fonte:Pinterest

Cortina romana – é ideal para quem busca uma maior sofisticação e uma aparência mais atraente e elegante.  A medida que a persiana é recolhida, o tecido se dobra como se fossem gomos. Combina com qualquer decoração, valorizando o ambiente, seja ele rústico, moderno, clássico ou contemporâneo.

7297240059f65e83c6c8f8b21c1079e3
Exemplo de cortina romana. Fonte:Pinterest

Cortina double vision (também conhecido por sheer, ou stripe, ou rolô twin, ou rolo dupla, ou modelo zebra ou dual line) – é ideal para quem deseja o melhor controle de luminosidade e privacidade. Ela é uma rolô dupla de tecidos paralelos com faixas horizontais que podem se alternar, permitindo ora maior transparência e ampla visibilidade externa, ora maior opacidade e assim maior privacidade. Ela oferece um ótimo acabamento para a janela e deixa qualquer ambiente muito mais aconchegante e bonito.

Cortinas-Roller-Dia-Noche-Duo
Exemplo de cortina rolô double vision. Fonte:Pinterest

Cortina shangrilá (ou silhouette) – é ideal para quem quer manter a claridade no ambiente mas precisa de proteção. Ela filtra os raios solares através das 3 camadas de tecidos e cria um efeito de luminosidade muito interessante. Com uma concepção muito inovadora, essa cortina é referência de qualidade e sofisticação.

Luxaflex
Exemplo de cortina shangrilá. Fonte:Pinterest

Cortina Painel –  é ideal para grandes espaços e passagem de vãos, como portas e porta-janelas. Ela é formada por painéis de tecido que deslizam num trilho superior e transpassam uns pelos outros. Apesar de pouco conhecida e utilizada, a cortina painel é muito versátil e pode ser adaptada até como divisora de ambientes. A grande vantagem dela, é que quando usada em portas, permite a passagem de pessoas sem precisar recolher todo o tecido, como acontece com os outros modelos de persianas.

35e32c818a420db4166e9d95fda561fe
Exemplo de Cortina Painel. Fonte:Pinterest

 

Persiana de madeira – é ideal para quem quer deixar o ambiente nobre e elegante, através da beleza natural que a madeira oferece, aliando também um ótimo controle de luminosidade, como toda persiana horizontal. Sua montagem pode ser com o tradicional cadarço, ou então com uma fita decorativa.

Uma grande tendência na decoração é misturar persianas de madeira com cortinas de atelier. Como no exemplo abaixo.

1a.jpg
Exemplo de persiana horizontal de madeira aliada com cortina de atelier. Fonte:Pinterest

Persiana de alumínio ou pvc – é ideal para quem precisa de um produto prático, funcional e simples. O giro das lâminas permite a privacidade total, parcial ou a visão completa da área externa e também a entrada de ventilação. Essa opção também oferece inúmeras possibilidades de cores, texturas e acabamentos.

7
Exemplo de persiana horizontal de alumínio. Fonte:Pinterest

E aí? Gostou das dicas? Escolheu a cortina ideal para sua sala?

Compre no nosso site: www.persianet.com.br 

 

Autor: gabrieleklassen

Sou arquiteta e urbanista e apaixonada por decoração. Minha realização é ajudar pessoas a decorarem suas janelas e suas casas, transformando-as em lares lindos, confortáveis e aconchegantes.

2 comentários em “Como escolher a cortina certa para sua sala”

    1. Olá! E em que posso ajudar? Para não errar na decoração da sua sala, o melhor é investir em produtos e cores neutras, e escolher alguns detalhes para colocar uma cor mais forte ou produtos e objetos diferenciados!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.